domingo, novembro 06, 2005

DROPS

ONDA DE VIOLÊNCIA NA FRANÇA

Tantas mazelas a comentar por aqui, mas hoje meu olhar recai sobre os distúrbios que estão acontecendo na França, sacudida por uma onda de violência e protestos que já dura mais de 10 dias.

Não tenho a menor dúvida de que isso acabará se alastrando por toda a Europa.

Intolerâncias de todos os tipos, desde as raciais, religiosas, culturais, passando pela desigualdade social e culminando na desesperança da juventude européia marginalizada.

Irônico que esse caldeirão francês tenha quase todos os mesmos ingredientes que o nosso caldeirão...mas nós seguramos a peteca.

Parece que nós, brasileiros, lidamos melhor com desesperança do que os europeus ou japoneses. Será que isso é inato?

Temo que novas ondas ultra-nacionalistas se instalem na Europa e, assim, marginalize-se cada vez mais os imigrantes terceiro-mundistas (parece ser uma tendência irreversível).

E nosso Mundo, em plena era de Aquário e no período pós-globalização, vai, cada vez mais, migrando para o modelo anterior, daquele que pregava que um homem interage com seu meio ambiente num raio de 30 quilômetros no seu entorno.

Nascer e morrer dentro do seu país, hoje em dia, é algo muito mais sensato do que se pensa. Ser cidadão do mundo, tudo bem....mas onde nos é permitido uma vida digna e sem maiores atropelos.



ACABOU A AMÉRICA

Acabou a soap opera global América. Confesso que não assisti nenhum capítulo dessa trama e nem sei dizer se Sol e Bandido ficaram juntos....e se o touro Tião acabou derrubando muita gente.

Achei interessante somente a polêmica criada pelo beijo homosexual que não foi tascado. A Globo afirmou que a cena não foi gravada. Glória Peres afirmou o contrário e se disse tão frustrada quanto a população brasileira.

Peralá....eu não fiquei frustrado em não ver um beijo. Hetero ou homo.... Isso é coisa de voyeur. E sinceramente não acho que a polêmica ajude a acabar com o preconceito sexual.

O preconceito se destrói no dia-a-dia....não em modelos televisivos.

Aliás, a julgar dos resultados concretos, parece que vamos exportar dramalhões mexicanos para o próprio México. Tanto isso é verdade que o México passou a exigir visto de brasileiros para entrar no país, exatamente para barrar as entradas ilegais de brasileiros para os Estados Unidos.... sub-produto de América.

Taí um país no qual eu não poria o pé nem legalmente, quanto mais ilegalmente.....Estou falando dos Estados Unidos, não do México.

Daniel Bykoff, é co-autor do Massa Crítica, não assiste novela e não pretende imigrar ilegalmente para a Matriz.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home