quinta-feira, fevereiro 02, 2006

VIDA FORA DE CONTROLE

Parece que agora nos perdemos mesmo.

Leio os jornais e, dia após dia, encontro notícias de assassinatos, crueldades de toda a sorte, desumanidade, todas praticadas contra crianças de poucos dias, meses ou anos de vida.

Estou chocado. Primeiro a menina encontrada boiando num lago em BH (salva); depois outra criança jogada num canal no RS (morta); mais uma deixada debaixo de um carro (também salva); outra espancada até a morte em BH; e mais uma de 11 meses (gente, 11 meses!!!), chutada de seu andador, caiu da escada, teve sérios ferimentos e o agressor, companheiro da mãe, pediu para não importuná-la porque ela estava chorosa.

Tive já alguns choques nessa vida, alguns de ordem pessoal (3 abortos que antecederam a vinda da minha amada filha Rafaela), outros nem tanto, mas que certamente refletiram na minha visão do mundo (quando vi crianças prontas para morrer, quer na África, de fome, quer nas Casas de Morte chinesas, vítimas de um controle de natalidade imbecil).

Mas parece que quebramos o sétimo selo agora. Atentar contra a vida de uma criança não me parece que possa ser explicado por fatores ambientais, sociológicos, culturais, antropológicos ou o que quer que se possa dizer. É simplesmente a negação da humanidade.

Dirão alguns que são as exceções .... casos extremos que sempre foram encontrados na história da civilização. E se sempre existiram significa que não estamos tão fora de controle assim.

Mas a morte, o abandono, o descaso com crianças não amadas, vindos de pais e mães também não amados, para mim é mais do que um padrão de exceção. Ele é um verdadeiro sinal....de que estamos à deriva em nossa Humanidade.

Se ainda nos chocamos com isso, e se não conseguimos passar bem esses dias, ao tomar conhecimento desses 4 ou 5 casos pontuais acima, como justificar nosso esquecimento da fome das crianças africanas, ou da desumanidade a que estão expostas as crianças chinesas ?

O que estamos fazendo para acabar com isso ?

O que fazer ? E como ?

Porque o quando já passou faz tempo....

Daniel Bykoff, co-responsável por esse Blog, que hoje vê urgência em tudo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home